domingo, agosto 26, 2007

flores dentro.

em frente à casa dele há papoilas.

vermelhas.

gritantes.

livres.


desde que com elas fui terra
são eu em flor,
as papoilas.
a papoila.
vermelha.


que não se venda
ou compre:

selvagem.

corajosa.

vida.































vendida ou comprada,
mesmo se nunca,
a rosa.


desde que com ela fui planeta,
a rosa vermelha:

rubra.

verdade.

dentro.






























dentro de mim,
como semente plantada,
o cravo vermelho.


que não se compre
ou colha:

que brote simplesmente de nós.











































(1ª imagem: poppy blossom #1, de daniel beauvais.
nenhuma das outras tinha autor referido onde as encontrei, lamento...)

8 comentários:

Sandrinha disse...

Todas diferentes... todas iguais...

Anónimo disse...

E nem precisam de ser sempre vermelhas - há cores lindas na natureza!

xxx

M_d_O_M

~pi disse...

rubraMente...

un dress disse...

todo o rubro vermelho encarnado

que brota.

...fio que se puxa e nasce

da carne lisa...



beijO *

Atlantys disse...

Bonitas as palavras, fantásticas as imagens (apaixonei-me pela segunda) =)***

Only Me... disse...

gostei muito... em inglês, em português... muito bem...

irei voltar... :-)

little_blue_sheep disse...

:)

************************

lamia disse...

Vermelho,

como o sangue-vida

dentro.

x