terça-feira, julho 24, 2007

passo de dança. quieto.






















“ Tudo


Tudo me é uma dança em que procuro
A posição ideal,
Seguindo o fio dum sonhar obscuro
Em que do bem, às vezes, nasce o mal.

À minha volta sinto naufragar
Tantos gestos perdidos
Mas a alma, dispersa nos sentidos
Sobe os degraus do ar... “

(sophia)



porque não deixei que a revolta superasse o ser humana,
porque não deixei que o mau-sentir me sujasse coração e palavras,
porque não deixei que a hipocrisia de outrém ferisse quem sou,
eu ontem fui mais além
no caminho
- mais me-importante
que qualquer outro -
de tentar
sempre
ser uma pessoa melhor.

e isso enche-me de uma
quieta
certeza de vida
que me faz respirar
de sorriso
dentro.

nevertheless.

















(imagem: far away from home, de diong)

8 comentários:

little_blue_sheep disse...

post FABULOSO!
ADOREI a imagem
ADOREI as palavras
:*

Rita disse...

assim é q é sentir
assim é que é falar!

Abraço bem apertado

un dress disse...

... e é tão bom saber que és capaz de passar incólume debaixo da neve e do fogo...:)

de subir os degraus do AR.

de ... V ... O ... A ... R ...



abraÇo.beijO

Maria P. disse...

Que força de sentir brota nestas palavras!

Beijinho*

eu... disse...

por que fizeste as escolhas certas... um beijão

Camarada Choco disse...

Divulgação

Mais um Blog que se tornou um Livro!

www.camaradachoco.blogspot.com

Sandrinha disse...

E porque és assim!
Forte nos bons e nos maus momentos!

~pi disse...

apaziguamento...