sexta-feira, março 03, 2006

3 de março.

há precisamente 13 anos, hoje, cumpria-se o pesadelo que havia dois dias se previa. se temia.
há precisamente 13 anos, hoje, a vida esbofeteava-me de tal maneira que me recusei a continuar.
durante uns meses, fiz greve à vida.
comia, bebia, mas não vivia.
em certas coisas, secretamente, eu não vivia.

se roubas assim o sorriso de um anjo, por que não me hei-de eu refugiar?
se o prémio pela alegria é morrer aos 18 anos, sem um aviso, sem tempo para ter alguém a seu lado, que prometa, que minta dizendo que tudo vai correr bem, porque ela menina, porque ela efémera sem o saber, então...

então não gosto da vida.


e assim vivi, tempo demais, e ao mesmo tempo tão nada para o que era, de verdade, com verdade, a dor.
acima de tudo, recusava-me à injustiça.
acima de tudo, recusava-me à vida.

...

foram precisos anos para aprender a lidar com este dia de hoje.
anos para o perdoar.
anjos para me libertar.

...

hoje aceito que a vida faça parte da morte.
ou a morte da vida, tanto faz.


tremem-me de água os olhos, ainda, quando me bate a sua ausência.

dói-me não lhe lembrar as mãos.

dói-me muito, como se traição, não lembrar as suas mãos...

.............

conforta-me a lembrança da voz.
o sorriso.
os olhos.

mas por muito que aceite o que for, não perdoo.
não percebo.
não esqueço.


não esquecemos.



por isso
por isto
por tudo

vive para sempre
ela
cláudia.

8 comentários:

InêsN disse...

:'o(

um abraço (tão mas tão apertado...)

Vanessa disse...

um abraço muito forte e um beijnho muito grande daqui de longe, ana.

Anónimo disse...

Tenho pena de não ter conhecido... :'o)
Chuaquinhos
Tzinha

toda a gente bloga disse...

Ao ler este post recordei-me desse triste dia :-(
São estas coisas q nos fazem pensar q a vida n é justa....mas resta-nos seguir em frente e recordar pra sempre quem assim vai, seja lá p onde for.
S palavras!!!!
Beijo mto mto grandes p ti...
Xana mendes

Xpanka_Spirituz disse...

Um xikoraxão bem apertaduz***vive mto e intensamente,as vidas d quem vais conhecendo com gosto seguem contigo***If need a friend just call..***lotta's of gooda thinguiz ;oP****

Traquinoide disse...

É irónico pensar que foi (também?...)graças a ela que a tua atenção recaiu sobre mim. No fim de contas devo-lhe a tua amizade, como se de longe ela passasse o testemunho aos futuros amigos, que hoje são os teus amigos de sempre. Eu sei que eu sou.
Não conheci a pessoa, mas conheci-te a dor de dizeres o meu nome, o seu nome (que acompanhavas sempre de uma risadinha secreta, breve e perguntavas-me "como é que te chamas mesmo?..."). É verdade que nunca te vi tão triste.
Ainda bem que o meu ombro também foi o teu, que o meu nome também é o dela. Quem sabe, se não fosse, se teríamos chegado tão longe. E já lá vão quase dez anos. Cheios de vida! Aposto que ela está orgulhosa de ti.

Sandrinha disse...

Até pode ser peneirento da minha parte dizer-te que me sinto um dos anjos que te libertou... mas é verdade que sinto e foste tu que me fizeste sentir assim...

do teu anjinho

maria da ampola disse...

Não sei quem és, nem o que deu origem ao desbafo, mas passei por aqui e não resisto comentar: lindo!