terça-feira, setembro 20, 2005

OUT of africa

hoje acordei triste.
ontem tinha-me ja comecado a chegar esta nostalgia pos-africa, uma quase claustrofobia da cidade, onde o ceu azul e os espacos verdes, os passaros menos vulgares e os esquilos que rondam a minha casa nao chegam para que eu seja natureza, para que eu seja 100% livre, 100% eu, como o fui em africa, perdida na imensidao e magia da savana e daquela gente bonita, generosa e cativante, tao diferente desta daqui…
e talvez o ter sido (mais) um dia em nada ouco dos meus amigos, nada sei, desde ha tanto tempo, ja, mesmo daqueles de quem nao esperava o silencio, a que a ele nao me tinham habituado (condenado?...) ate aqui.
mensagem, email, comentario no blog…
nada.
nada senao silencio.
de todos. familia e amigos. salvo uma rara e honrosa excepcao. sem o saberem, sem o quererem, deram-me, longe, um dia de silencio. abandono.

depois lembrei-me de que tenho 28 anos.
de que moro longe, no estrangeiro.
de que temos todos muito que fazer.
de que “a vida e mesmo assim”.

por muito que eu teime que nao tinha de ser.



you see, i had a time in africa, at the foot and top of the kenya hills…

11 comentários:

Anónimo disse...

Pole, pole!
Hakuna matata!

@-,-'-

Anónimo disse...

Oh Fumiga a T zinha ontem era pra eskever e pois nan pode sê... Zá vai, sim?
xxx
T zinha

InêsN disse...

o meu post de hoje foi escrito a pensar em ti...
se isso aquece o teu coração...
:o)
ps - sabes que estou a um toque de distância...por vezes não percebemos que do outro lado há alguém que precisa de uma palavra...não é por mal...

JoaoN disse...

E eu mandei uma mensagem ontem, por isso é favor corrigir o post! :-P

Anónimo disse...

Minha amiga...
No meu dia 7 de Setembro eu não esperava o teu silêncio... mensagem, email, nada... mas depois lembrei-me como tu dizes, que todos temos muito que fazer e que "a vida é mesmo assim".

Adoro-te
...saudades...
Tua Sandrinha.

Xpanka_Spirituz disse...

"A criança corre pela relva, a criança vai correndo sobre a relva,
a relva é a pele do planeta que
estremece e se comove sob
os pés da criança.
Numa debilidade imprópria da literatura,
o poeta gesticula,perde a contenção, comove-se também."

Joaquim Pessoa,"Vou-me embora de mim"

Vai correndo linda,por cá vou xbugalhando o olhar ao q vais fazendo. :o)E pq "a vida é mesmo assim" xtamos sempre juntos,rememberz..ahj?!;o)bjinhoz*** doxiz

chérie disse...

Estávamos á espera k nos ocorresse qq coisa mais simpática que não palavrão!! Estamos mortinhos de inveja, mas felizes por ti !!Gostei, em especial, do "alifante",he,he!
"(...)Abraços e Beijinhos com carinho sem ter fim (...)" dos fámiria.

Chérie

Anónimo disse...

bém.....isso é verdade q existem dias em q precisamos de mais mimos e de sentir q existe alguém q se lembra de nós...é só p q saibas...(uma vez mais) q me lembro mto de ti. bjs gds. adorei as fotos. :-)
Xaudades mms.
xana mendes

Anónimo disse...

Na verdade não senti silêncio nenhum entre nós... não me ouviste?!!
não me ouviste ainda há pouco por entre o teu sorriso e a tua lembrança??? É que eu ainda não me calei desde que foste.
...
......
a saudade é que aumenta amiga,
e de que maneira...

Luna e Mary

Anónimo disse...

Pois Amiga muitas vezes tambem me senti assim, especialmente quando sei que moras a 1 hora de mim e so nos vimos 2 ou 3 vezes. Mas e assim a vida....
Ana

Anónimo disse...

Nuchimha:
Como compreendo o que dizes e como tão poucas vezes te digo qualquer coisa. Acredita que apesar de ter o Pedro longe a minha não vontade de computar continua igual ... quase. Lembro-me de ti , como da Inês, como do Miguel e do João, mas..é-me difícil vir ao blog e escrever. Hoje apeteceu-me mais vir-te procurar e fiquei encantada (mais uma vez ) com a tua escrita.
Às vezes pareces-me tão triste que me apetecia dar-te colo. Deve ser mania minha. Claro que não vais estar nem triste nem sozinha, porque estamos todos aqui contigo - com vocês. O tempo é curto. Cada vez mais. Mas eu gosto muito de ti.
Beijocas da Vona.