quinta-feira, setembro 01, 2005

os xutos, as memorias, a fan deles e os amigos dela

gosto muito, muito de ouvir os xutos nos meu ouvidos, no caminho para/do emprego.
com as palavras que tanto me dizem (“eu nao me vendo nem por ideais nem por dinheiro”), com o tocar das guitarras cujas cordas se tornam veias e me fazem vibrar de vida, vem as memorias, felizes, com tantos dos meus amigos, de ha mais de 20 anos para ca. assim mesmo, desde pequena, desde as ferias em almadena – o goncalo a cantar o “mae” naquela casa que foi a nossa, pelo menos naquela noite.
em lisboa, ate ao fim do liceu, nunca tive amigos em casa de quem nos alojassemos, todos, muitos, so porque sim. para sermos riso. para sermos juntos.
em almadena eramos tudo isso e muito mais.
e ficamos.

a mais recente das memorias – como esquecer?... – foi o concerto em monsanto, neste verao, memoravel por eles, os xutos, e por quem ali estava, perto. mesmo aqueles que nao foram.
a minha irma, minha metade – por mais que, por mais que nao –, foi para mim a estrela da festa. ela ali estava, a viver imensa e intensamente aquela que foi a 1a noite longe do seu pequenino. quase chorei de admiracao, ao ve-la curtir daquela maneira, como se antes, ela que agora eh mae, familia, e, com tudo isso – o orgulho a aumentar a cada nota dancada –, ela mesma. ainda e sempre.

os xutos levaram-nos atras do presente e mostraram-nos o que faz de nos quem somos.

e trouxeram-me pessoas, tambem.
no que tocaram e no que ficou por tocar, vieram os outros, o nos de mim. palavras e vivencias de antigamente que me acompanham, ainda.
amigos que ja nao sao o tudo presente, na pele, mas que sao o tudo que foram, e serao sempre, em cada bocadinho de mim.

“o que foi nao volta a ser
mesmo que muito se queira”
, dizem eles…


mas ha os meus amigos.
todos somos tudo, ainda.
nevertheless.

4 comentários:

Anónimo disse...

Próximo Sábado lá estarei eu também a saltar num concerto dos Xutos (Festa do Avante). O meu toque de telemóvel é o "Semen". Obrigada pelo comentário.

Mulher

Anónimo disse...

bem....palavras p que...!!!:-) saudades. bjs gd.
xana mendes

nugno disse...

... e ainda não é este ano que retomas as tuas visitas à FESTA...

Anónimo disse...

Eu estive lá contigo de braços cruzado no ar e a gritar: XUTOOOS! E que bem que soube o belo do pastelinho de bacalhau no fim! ;o)

Sandrinha