segunda-feira, fevereiro 06, 2006

LUZ


" vôo sobre o mar ao teu encontro.
não sei se acredito ainda muito em tudo, sei só que há um vazio cá dentro a alastrar de ausência, a encolher de medo e dor.
saber-te longe para (quase) sempre é impossível. por isso te sonho de noite em sorrisos e palavras, em momentos nossos que não vão acabar nunca. leio-te a sophia, os antónios, enquanto andas pela praia a apanhar conchas que o mar te entrega porque és tu, para os teus quadros de beleza, a que te dedicaste como a tudo o resto – com força e determinação, certeza e paixão.
no sonho contas-me de quando eras menina, e de como cresceste, e eu sei que foste forte sempre, desde o início.
essa é a força que me deixa sorrir quando te digo adeus, e te vejo partir para esse longe onde agora moras, que é perto dentro, essa casa grande, com uma palmeira no jardim, onde brincas com as memórias e os sorrisos, e todos os outros que já não tocamos.
mas olha, olha só uma vez mais.
vê que apanho conchas, ainda, como se.
sente a força que há em nós, que nos ensinaste, que herdamos de ti, e parte a sorrir.
por ti.
pela vida de ti.


mais que a dor deste momento, é isto que nos conduz:
sentir viva, cá dentro, a força a que chamamos luz. "

...

...



a luz, dentro, ainda e sempre, um ano depois...

:'o....

@-,-'-

6 comentários:

Anónimo disse...

Pois é, e há tanta forma de evocar - o Miguel foi encontrar uma carta que a Avó lhe escreveu no início de 1977!!!

É mesmo como diz a Isabel Allende - enquanto estiverem na nossa memória, NÃO MORRERAM!

@-,-'-

M_d_O_M

InêsN disse...

um beijo, mana...

Maria Zezinha disse...

A lembrança da "Luz" não se vai apagar nunca... até porque mais cedo ou mais tarde a iremos encontrar á nossa espera, para nos receber de braços abertos e com aquele sorriso que tão bem conhecemos.... Força querida, ela está sempre connosco e a velar por nós. Um beijo mto especial para ti e para a maneira como escreves.

toda a gente bloga disse...

O importante é sabermos que "esse" alguém q já partiu está sempre a tomar conta de nós, e a zelar por nós(seja lá onde for). A saudade fica sempre, e em algumas alturas até penso q aumenta, mas temos q seguir, e recordar sempre aquilo que nos deram essas pessoas q nos eram tanto.....;-(
Bjs gds.
xana Mendes

Rita disse...

Beijos apertados para todos!!
xxxx

Sandrinha disse...

:o(
beijo na mão